O Museu do Oriente inaugura no dia 27 de junho a exposição de pintura chinesa Paisagens Femininas e Segredos de Boudoir, que explora imaginários íntimos e sensuais.

Através da perspetiva feminina e do olhar moderno de Hong Wai, que o Museu do Oriente inaugura uma exposição na qual a autora revela obras tecendo padrões rendados como fios de seda com o seu pincel chinês, para explorar a forma de corpos femininos, montanhas, florestas e lagos, reivindicando uma técnica que durante séculos era apenas destinada ao universo masculino. “Enquanto que os homens representam o poder da conquista e um mundo de fronteiras, este mesmo mundo aos olhos das mulheres é mais terno e delicado, um mundo em que o humano e a natureza são plenos de possibilidade de conexão e transformação”, afirma a autora em comunicado.

Natural de Xangai, Wai cresceu em Macau, mas a sua casa é, desde 2005, em Paris, onde ingressou na École des Hautes Études em Sciences Sociales para explorar a forma contemporânea do espírito dos literati chineses. Após diversas exposições e participações em feiras de arte pelo mundo, Hong Wai trás ao Museu do Oriente uma exposição dividida em três séries: Paisagens Femininas, Luar e Segredos de Boudoir.

Na série Paisagem Feminina, a paisagem tradicional composta por montanhas e águas, a mais elevada metáfora espiritual e moral da pintura chinesa, é desconstruída pela artista sob a forma de voluptuosos corpos femininos. As montanhas, outrora vistas como forças energéticas que materializam o dragão, transformam-se agora em corpos femininos ondulantes e, a vegetação, na mais sensual lingerie, que também surge retratada na série Segredos de Boudoir, numa representação algo fantasmagórica, misteriosa e ao mesmo tempo sensual.

Local: Museu do Oriente, Lisboa

Data e hora: inauguração 27 de junho às 18h30 até 15 de setembro

Preço:  2€ a 6€

Ilustração de Hong Wai

Se queres ler mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.