O ator participa na obra performática “Espero-te Bem”, que vai ser estreada no dia 19 de junho pelas 20h30, no Palco Gerador, escrita por Tiago R. Santos e com direção artística de Carla Chambel, pensada de raíz para uma plataforma digital de comunicação. Retrata correspondências verbais e visuais entre quatro indivíduos durante a Grande Crise de Saúde Pública de 2020.

Pedro Laginha iniciou-se com a companhia de teatro Os Satyros onde, sob a direção de Rodolfo Garcia Vasquez. Trabalhou ainda no Teatro Aberto com José Wallenstein (Pêssegos, de Nick Grosso) e João Lourenço (Às Vezes Neva em Abril, de João Santos Lopes); no ACARTE com Paulo Filipe Monteiro (Área de Risco). Foi dirigido por António Feio no Teatro Villaret em Deixa-me Rir, de Alistair Beaton.

Em 1993, com a peça A Filosofia de Alcova esteve presente no Festival de Teatro de Avignon (França), no The Kirin Arts Festival (Cambridge – Inglaterra), no The Edimburgh Fringe Festival (Edimburgo – Escócia) e no Festival de Teatro da Juventude de Kiev (Kiev – Ucrânia).

Participou como ator em vários telefilmes – desde Alta Fidelidade, de Tiago Guedes e Frederico Serra; Cavaleiros de Água Doce e O Meu Sósia e Eu, de Tiago Guedes; Jogo de Glória, de Fernando Vendrell; Só por Acaso, de Rita Nunes; entre outras produções estrangeiras. Aparece regularmente em séries televisivas.

De 18 a 20 de junho vamos tentar responder à pergunta Qual o futuro da cultura e da criatividade? dando voz a nomes que admiramos como Vhils, Salvador Sobral, Margarida Pinto Correia, Rui Horta, Capicua, Chef Kiko, Clara Não, André Gago, Sara Barros Leitão, Benjamim, Constança Entrudo, Matilde Campilho ou Carla Maciel, num total de mais de 40 cabeças de cartaz.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, apresentações, masterclasses e teres acesso a um conjunto de loucuras que revelaremos em breve, porque decidimos reinventar a forma de viveres um festival online 😊 Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

No Gerador sentimos a responsabilidade de pensar, questionar e agir sobre a cultura e a criatividade. Sabemos que somos incompletos nesta missão sem os artistas, os autores e os técnicos que nos rodeiam. Por isso, consideramos fundamental remunerar quem desafiamos. Quer seja quando fazemos eventos presenciais, quer quando mergulhamos no mundo digital. 

Compra já aqui o teu passe de 3 dias.

pedro_laginha_oeiras_ignicao_gerador