Tendo como pano de fundo o Palácio Pancas Palha é entre os dias 3 e 5 de setembro que a segunda edição de INTERFERÊNCIAS, uma plataforma de apoio à criação e prática das artes performativas, acontece. O espaço que acolhe a Companhia Olga Roriz é agora palco de oito projetos, selecionados através de uma Open Call. Estivemos à conversa com os artistas que integram oito projetos selecionados.

Neste episódio podes ouvir 3 entrevistas:

Beatriz Valentim e Mercedes Quijada, fotografia de Rute Leonardo
  • Beatriz Valentim e Mercedes Quijada. Oriunda de um workshop que Beatriz fez em Paris, no Centre National de la Danse de cerca de duas semanas, a ideia que a artista traz ao INTERFERÊNCIAS, juntamente com Mercedes, parte do conceito sociológico de self, no qual se propôs a pensar que perguntas fazemos a nós mesmos e que perguntas fazemos aos outros. As artistas estarão hoje, dia 4, e dia 5 de setembro a apresentar-se na fonte, pelas 20h45.

Alice Azevedo, fotografia de Daniel Filipe
Lila Tiago, fotografia de Daniel Filipe
  • Alice Azevedo e Lila Tiago. omeçaram a trabalhar em conjunto antes de chegar ao INTERFERÊNCIAS. O ano passado passaram pelo Teatro do Bairro Alto, através de um convite endereçado à Lila. Com uma linguagem muito comum, ainda que para direções diferentes e interesses em que refletem cada vez mais, as artistas trazem a palco NŌS SUNT – Uma Exibição que se insere numa linha de trabalho de artistas trans e não bináries, numa sociedade de matriz patriarcal e cisheteronormativa, que dedicam a sua performance a um processo de procura e de um lugar de existência simultaneamente material, simbólico e criativo. As artistas apresentaram a sua peça no dia 3 de setembro e amanhã, dia 5, irão fazê-lo novamente, pelas 22horas.
Elizabete Francisca, fotografia de Rute Eduardo
  • É a partir de uma peça coreográfica que os gestos e sons se difundem, sendo assim parte de uma representação possível daquela que é a geografia política de um corpo não submisso. Uma partilha que se foi construindo ao longo do processo de residência é nos elucidada por Elizabete dizendo que "esta não é uma peça sexualizada. Ela parte para mim deste 'cosmos, cabeça e ideia', ou seja, a energia vital feminina que é sexual e sexual não tem que ver com sexo. A artista

Créditos (por ordem):

  • Self, passagem de ensaio geral das artistas Beatriz Valentim e Mercedes Quijada;
  • NŌS SUNT – Uma Exibição, passagem de ensaio geral das artistas Alice Azevedo e Lila Tiago;
  • a besta, as luas, passagem de ensaio geral da artista Elizabete Francisca.

Podes ler ainda uma reportagem sobre o INTERFERÊNCIAS e a sua programação aqui e ainda ouvir as entrevistas a Bibi Dória, Natacha Campos, Gisela Ferreira e Mário M. Fonseca.

Podcast de Patrícia Silva
Fotografias de Jennifer Pais e Rute Leonardo

Coloca os headphones e prepara-te para entrar numa viagem onde as artes te aguardam.