No próximo sábado, dia 21 de dezembro, o espaço Egeu, em Lisboa, promove um debate sobre a forma como os mais recentes projetos literários, materializados sob diversas formas, em especial revistas literárias, podem ser viáveis e bem sucedidos.

Neste sentido, esta discussão aberta recebe a Apócrifa, revista fundada em 2014, com várias edições lançadas, e a Lote, fundada este ano por Maria Brás Ferreira, Tomás Gorjão e André Osório.

O objetivo, de acordo com a organização, é pensar "como é que a literatura pode ser viável financeiramente" mas também como produto a circular, remetendo para questões de ordem prática mas também teórica, conduzindo, em última instância à questão: "como pode o texto ser um objecto útil?".

Local: Egeu, Lisboa

Data e hora: 21 de dezembro, a partir das 19h

Preço: Entrada livre

Cartaz de Nádia Alexandre

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.