Saudade é uma exposição que reúne 16 artistas da China e de Portugal, com curadoria de Yuko Hasegawa, e está patente no Museu Coleção Berardo até ao dia 10 de fevereiro. Uma reflexão sobre os conceitos de diversidade, festividade e ambiguidade, assim como a relação dos temas com o sentimento de saudade. 

A co-produção do Museu Coleção Berardo com a Fundação Fosun mostra obras de Vasco Araújo, Pedro Valdez Cardoso, José Pedro Croft, Leng Guangmin, Tao Hui, Luísa Jacinto, Liu Jianhua, Rui Moreira, Cheng Ran, André Sousa, Joana Vasconcelos, Guan Xiao, Sun Xun, Shi Yong, Xia Yu e Liang Yuanwei. 

Yuko Hasegawa, curadora-chefe do Museu de Arte Contemporânea de Tóquio e desta exposição, escreve na folha de sala que selecionou “16  artistas de Portugal e da China, em cujas expressões se destacam duas características marcantes. Uma delas é o entrelaçamento de conceitos como diversidade, festividade, ambiguidade, muitas vezes incluídos num todo. A outra é a íntima relação das obras com a narrativa da saudade”. 

Local: Museu Coleção Berardo, em Lisboa

Data e hora: Até dia 10 de fevereiro, no horário de funcionamento do Museu

Preço: 5€

Fotografia de ©Rita Carmo disponível na página do Facebook do museu

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.