No dia 19 de junho, o ator Diogo Infante orienta a Masterclass "Sou um Ator", no Teatro da Trindade INATEL. A iniciativa dirigida a estudantes de teatro, cinema e artes performativas; a jovens que ambicionam ser atores, atrizes e a pessoas com interesse no trabalho de ator e nas suas especificidades explora os aspetos fundamentais inerentes ao trabalho do ator nas diferentes áreas artísticas.

Partindo da sua experiência como ator, encenador e diretor artístico, Diogo infante partilha a sua visão sobre o papel da formação; exemplifica técnicas e competências que permitem enfrentar as exigências do mercado de trabalho; reflete sobre o desenvolvimento de uma individualidade criativa na construção de personagens, sobre a gestão da carreira e a importância da ética profissional.

Um dos rostos mais reconhecidos a nível nacional e internacional. Diogo Infante, conta com uma carreira com mais de 30 anos. Formou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema, em 1991. Em teatro, foi protagonista em peças como "Espectros" de Henrik Ibsen", "Sexo, Drogas & Rock n'Roll" de Eric Bogosian, "Hamlet" de William Shakespeare, "Rei Édipo" de Sófocles, "Cyrano de Bergerac" de Edmond Rostand, "Amadeus" de Peter Shaffer, "Dúvida" de Patrick Shanley, "Plaza Suite" de Neil Simon, "Ode Marítima" de Álvaro de Campos, "Ricardo III" de Shakespeare, entre outros. Estreou-se na encenação com "O Amante" de Harold Pinter, tendo dirigido, entre outros, "Jardim Zoológico de Cristal" de Tennessee Williams, "Casa de Bernarda Alba" de Federico García Lorca, "Laramie" de Moises Kaufman, o musical "Cabaret" com música de John Kander, letras de Fred Ebb e libreto de Joe Masteroff, "Um Elétrico Chamado Desejo" de Tennessee Williams, "O Ano do Pensamento Mágico" de Joan Didion, "Quem tem Medo de Virgínia  Woolf?" de Edward Albee, "Deus da Carnificina" de Yasmina Reza  e "Chicago" composto por John Kander, com letras de Fred Ebb e libreto de Bob Fosse.

Na televisão, participou em inúmeras séries e novelas e foi apresentador dos programas como " Pátio da Fama" e "Cuidado com a Língua".

Já no cinema, participou em mais de 20 filmes, dirigido por cineastas como Ana Luísa Guimarães, Jorge Paixão da Costa, Leonel Vieira, George Slouizer, Roselyne Bosch, entre outros. Em 2019, estreou-se na realização, com a curta metragem "Olga Drummond". Em 2012, foi coordenador do Curso de Formação de Atores da ETIC e Diretor Artístico do Maria Matos Teatro Municipal e do Teatro Nacional D. Maria II. Desde 2017, que assume funções de Diretor Artístico do Teatro da Trindade INATEL.

Local: Sala Carmen Dolores do Teatro da Trindade INATEL;
Horário: Entre as 14h30 e as 17h30;
Preço: 35€ com participação sujeita a inscrição através do site.
Fotografia de Carlos Ramos