Depois da apresentação da peça O Papagaio de Céline (2014) sobre a obra do escritor francês Louis-Ferdinand Céline, João Samões regressa com uma nova proposta assente no mesmo autor, com estreia marcada para o dia 27 de junho no Teatro Carlos Alberto (TeCA), no Porto.

A peça O Poeta Acorrentado à Mesa – com texto, encenação e interpretação de João Samões – inspira-se na obra experimental e na acidental biografia de Céline e mantém-se em cena até dia 30 de junho,

O Poeta Acorrentado à Mesa é o segundo ato do tríptico inspirado em três autoresque se iniciou com Hotel Lousiana Quarto 58 (2016) dedicado ao egípcio Albert Cossery, sendo que o terceiro terá como mote Paul Bowles. O projeto reflete a visão do dramaturgo sobre os “rastos e restos destes artistas” em relação com a sua própria vida, trabalho e obsessões.

Local: Teatro Carlos Alberto (TeCA), Porto

Data e hora: de 27 a 30 de junho, às 21h (quinta e sexta-feira); às 19h (sábado); e às 16h (domingo).

Preço: 10€

Fotografia de João Dias

Se queres ler mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.