fbpx

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Texto de Leitor

A amizade é um sofisma ou um duende num conto de fadas

A Carta do Leitor de hoje chega pelas mãos de Paulo Dias, que nos fala sobre amizade.

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Num encontro de “amigos” observei a importância (que atesto) da amizade.

O seu peso é tão relevante como os gramas de um pão num estômago esfomeado.

Alivia, estimula a endorfina, é um “estupefaciente” saudável; resgata almas do inferno de Dante. 

Estamos cercados pelo individualismo, com conceitos novos de estar, de verbalizar, de familiarizar. 

Observamos o mundo em constantes explosões, rasgados pelo rancor, pela usurpação das liberdades, do punho cerrado, dum punhal algures, ou de projéteis da morte. Não existe a busca do apego. Apenas ódio.

Nesta época moderna, falar de ternura, estima, respeito ao próximo já não é como procurar uma agulha no palheiro; agora também é preciso encontrar o palheiro. Neste abismal corte a meio do globo, persistimos no limbo, ali pertinho do núcleo; e para sobreviver nesta corda bamba precisamos de uma “estupenda” e grande amizade. Uma, duas, trinta? Não, apenas verdadeiras.

A projeção criada pelas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, “orever”) das amizades é como naquele lado do globo que falei, ninguém ou poucos vão sobreviver. O desapego, o engano a violência física, psicológica, simbólica, conseguia pôr Durkheim a “refazer” a sua teoria sobre o “suicídio” ou Bourdieu a falar de novos “habitus” e “espaço social”. 

Desengane-se caríssimo(a) leitor(a) se acredita que tem muitas amizades, ou neste caso particular, muitos amigos(as), é uma falácia e se os tens é de facto aquele duende que aparece nos contos de fadas. É um conto, mas acreditamos nele e mantemo-lo.  

Alguém que disposto a nos ouvir, sem nos julgar, que suporta e caminhe com nossas dores (mesmo que ponha Betadine), que estica as falanges da mão, mesmo que ausente e que fique presente no padecimento, é o teu duende, a fava do bolo-rei, a agulha do palheiro.

Se sente estas palavras na perfeição, saberá o que é amizade, saberá que está no conto de fadas.

Se não percebeu, então acorde, está em negação, está num pesadelo, vive no sofisma, no sistema que o(a) engoliu, vive nos “likes”, no número fictício de “migos(as)”, de um sistema que se aproveita de si para se ostentar.

Posso dar uma sugestão? Diga para si, “o meu amigo…”; pare, pense e olhe, questionado, “é mesmo meu amigo?” Caso seja, não hesite, cumprimente-o(a), corteje-o(a) sem buscar retorno, desdobre o palacete de sentimentos que tem, procure-o(a), viva-o(a), coloque quiçá, aquele seu orgulho na sarjeta ali do lado, procure a chuva da agitação, da querença, da ternura. Não tem de forçar a presença, o importante é não ser um ser ausente! Guarde os seus duendes e não deixe a bruxa entrar! O engodo mora ali ao lado! Eu por aqui, tenho-as todas na memória e sem as contar espero fazer parte da conta dos duendes de alguém! 

Quero crer na amizade e fugir ao engano que me obscurece!  

Se quiseres ver um texto teu publicado no nosso site, basta enviares-nos o teu texto, com um máximo de 4000 caracteres incluindo espaços, para o geral@gerador.eu, juntamente com o nome com que o queres assinar. Sabe mais, aqui.

Texto de Paulo Dias

As posições expressas pelas pessoas que escrevem as colunas de opinião são apenas da sua própria responsabilidade.

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

18 Julho 2024

Carta do Leitor: Admitir que não existem minorias a partir de um lugar de (semi)privilégio é uma veleidade e uma hipocrisia

11 Julho 2024

Carta do Leitor: Afinar a curiosidade na apressada multidão

3 Julho 2024

Carta do Leitor: Programação do Esquecimento

23 Maio 2024

Carta do Leitor: O que a Europa faz por mim

16 Maio 2024

Carta do Leitor: Hoje o elefante. Amanhã o rato

18 Abril 2024

Carta do Leitor: Cidades Híbridas: onde podemos libertar as nossas cidades interiores!

28 Março 2024

Carta do Leitor: Conversa com a minha doença autoimune

7 Março 2024

Carta do Leitor: Guia-modelo de Competências de Liderança

3 Março 2024

Carta do leitor: O profano do sagrado quotidiano

22 Fevereiro 2024

Carta do Leitor: Os blogs empresariais vão sofrer o  efeito Milankovitch este ano

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura II – Redação de candidaturas [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Criação e manutenção de Associações Culturais (online)

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Escrita para intérpretes e criadores [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

22 Julho 2024

A nuvem cinzenta dos crimes de ódio

Apesar do aumento das denúncias de crimes motivados por ódio, o número de acusações mantém-se baixo. A maioria dos casos são arquivados, mas a avaliação do contexto torna-se difícil face à dispersão de informação. A realidade dos crimes está envolta numa nuvem cinzenta. Nesta série escrutinamos o que está em causa no enquadramento jurídico dos crimes de ódio e quais os contextos que ajudam a explicar o aumento das queixas.

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0