Uma das conclusões mais evidentes do Barómetro Gerador Qmetrics é relacionada com a importância da distância no que os portugueses conhecem do seu próprio país. A região onde os portugueses habitam exerce uma enorme influência nos locais que conhecem, com a distância a representar uma efectiva barreira.

Óbvio que é natural que se conhecem melhor os locais que estão próximos, mas há determinadas localidades ou regiões que, pelo seu significado, poderiam ser, hipoteticamente, mais visitadas, independentemente das zonas de origem das pessoas. Mas, por exemplo, mais de 50% dos habitantes no Litoral Norte nunca foram a Beja, assim como mais de 50% dos habitantes do Sul do país nunca foram a Viana do Castelo.

Capitais de Distrito e de Arquipélagos visitadas pelo menos uma vez na vida | Valores em percentagem | Gr Lx: Grande Lisboa | Gr Px: Grande Porto | Lit Nt: Litoral Norte | Int Nt: Interior Norte | Lit Ct: Litoral Centro

 

Apesar de Viana do Castelo ou Beja serem capitais de distrito, poderá argumentar-se que terão menos notoriedade que outras. Mas, mesmo quando analisamos cidades relevantes como Guimarães ou Lagos, nota-se que têm elevadas taxas de visitas das regiões circundantes, mas descem a pique quando os visitantes são de origens mais longínquas. Existe um raio de visita, com o eixo na região de origem, que tem implicação nos locais mais distantes.

Localidades relevantes portuguesas visitadas pelo menos uma vez na vida | Valores em percentagem | Gr Lx: Grande Lisboa | Gr Px: Grande Porto | Lit Nt: Litoral Norte | Int Nt: Interior Norte | Lit Ct: Litoral Centro

 

Sabe tudo sobre estes dados e sobre o Barómetro Gerador Qmetrics aqui.

O Barómetro Gerador Qmetrics pretende fornecer ferramentas para apoiar livremente os autores, agentes culturais e líderes políticos e empresariais nas decisões relacionadas com as estratégias culturais. E quer pôr todos os portugueses a reflectir sobre a importância da cultura para a sociedade.

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual sobre a percepção da cultura em Portugal. Nesta primeira edição foram feitas 1.192 entrevistas telefónicas numa amostra aleatória estratificada por região, sexo e escalão etário. A amostra é representativa do universo de indivíduos residentes em Portugal Continental e Ilhas, com idade igual ou superior a 15 anos. As entrevistas foram realizadas entre 8 de março e 6 de maio de 2019.
Os resultados apresentados no relatório Barómetro Gerador Qmetrics têm um nível de confiança de 95%. A margem de erro para uma escala de 1 a 10 é de 0,16 pontos e a margem de erro para a proporção é de 2,8 pontos percentuais.