Ter noção das preferências dos portugueses, ou da inexistência delas, em relação aos autores e artistas nacionais, pode ser uma importante ferramenta para a avaliação do estado de saúde da cultura no país.

Na secção "Referências Culturais" do Barómetro Gerador Qmetrics 2021, analisamos quais os atores, artistas musicais, artistas plásticos, escritores, realizadores e humoristas que os portugueses mais admiram. Hoje, contamos-te quais foram os resultados no campo da música.

A questão colocada aos inquiridos foi de resposta aberta e pedia-lhes que nomeassem o artista musical ou a banda portuguesa que mais admiram. Quem venceu foram os Xutos e Pontapés, em primeiro lugar no top 10 desde 2019, embora hoje com cerca de metade das menções comparativamente a esse ano.

Carolina Deslandes e Fernando Daniel entram para o top em 2021, ano em que António Zambujo, Pedro Abrunhosa e Carlos do Carmo não estão nas 10 referências principais.

Podemos ainda observar que parece existir uma ligação entre os músicos que habitualmente estão presentes em programas de talento televisivos e a classificação neste ranking, reforçando a importância da notoriedade.

Olhando em pormenor para duas faixas etárias, a mais nova e a mais velha, podemos observar algumas diferenças interessantes.

Apesar da liderança de Diogo Piçarra entre os mais jovens, nota-se uma presença importante de nomes do Hip Hop, dando corpo aos resultados de outra questão já analisada anteriormente, que demonstram um claro crescimento da popularidade do Hip Hop, particularmente entre os mais jovens, mas não só.

De salientar ainda que Xutos e Pontapés e Rui Veloso continuam, também, a ser ouvidos pelos mais jovens. Entre os mais velhos, há uma clara presença do fado que não existe no outro grupo etário aqui analisado.

Quinzenalmente mergulhamos no Barómetro Gerador Qmetrics para te trazermos novas análises sobre a relação dos portugueses com a cultura. Fica atento aos próximos artigos!

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual que analisa a opinião dos portugueses sobre a cultura. Realizado pela primeira vez em 2019, o âmbito do questionário deste ano incidiu, principalmente, nas consequências da pandemia na sociedade e na cultura. Sabe mais sobre o relatório de 2021 aqui e pede o teu relatório completo aqui.

Síntese Ficha Técnica

O universo do estudo é constituído por indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental e Ilhas. A Amostra, com 1.200 entrevistas validadas, foi estratificada por região, sexo e escalão etário, em Portugal Continental, e por Ilhas, e distribuída em cada estrato de acordo com a repartição da população alvo em cada estrato. As entrevistas foram realizadas de 22 de março a 27 de abril de 2021, através de um questionário aplicado online utilizando o método CAWI (Computer Assisted Web Interview). Os resultados são apresentados com um nível de confiança de 95%. A margem de erro para a média na escala 1 a 10 é de 0,13 pontos e a margem de erro para a proporção é de 2,12 pontos percentuais.