No Barómetro Gerador Qmetrics 2020 demos um ênfase especial à área da música, de maneira a compreendermos melhor a sua relevância para os inquiridos, os meios através dos quais é consumida e quais as preferências dos portugueses.

Constatámos que praticamente 100% dos portugueses até aos 34 anos ouve música regularmente, um valor que apenas decresce para 78% entre as pessoas com 55 ou mais anos.
Apesar dos valores serem muito elevados em qualquer categoria, parece existir uma correspondência entre os níveis de escolaridade e o hábito de ouvir música, com as pessoas que têm até ao 9º ano de escolaridade a referirem um valor mais inferior. Já as despesas médias do agregado familiar não parecem ter grande impacto nesta questão.

Cerca de 75% dos portugueses acede habitualmente a música através de plataformas de streaming, apesar de apenas 11% pagar mensalmente por um serviço destes, valor que duplica quando abordamos apenas o segmento dos 15 aos 24 anos.
A rádio e a televisão continuam a ser uma alternativa forte como forma de acesso à música (73%) enquanto que 40‰ dos portugueses ouve música através de coleções privadas de cds, vinis, cassetes, etc.

Já quanto às preferências, o pop e o rock são, sem surpresa, os estilos musicais de eleição. Destacamos ainda a incrível relevância do hip-hop na juventude, contrastando com os baixos valores do fado.
A música clássica também parece não atrair os mais jovens, enquanto que o jazz apresenta valores mais ou menos coerentes entre todos os segmentos.

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual que analisa a opinião dos portugueses sobre a cultura. Realizado pela primeira vez em 2019, o âmbito do questionário deste ano incidiu, principalmente, nas consequências da pandemia na sociedade e na cultura. Sabe mais sobre o relatório de 2020 aqui e pede o teu relatório completo aqui.

Quinzenalmente mergulhamos no Barómetro Gerador Qmetrics para trazer análises dedicadas ao comportamento da cultura em Portugal. Fica atento aos próximos artigos! 

Síntese Ficha Técnica

O universo do estudo é constituído por indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental e Ilhas. A Amostra, com 1.201 entrevistas validadas, foi estratificada por região, sexo e escalão etário, em Portugal Continental, e por Ilhas, e distribuída em cada estrato de acordo com a repartição da população alvo em cada estrato. As entrevistas foram realizadas de 20 de abril a 7 de maio de 2020, através de um questionário aplicado online utilizando o método CAWI (Computer Assisted Web Interview). Os resultados são apresentados com um nível de confiança de 95%. A margem de erro para a média na escala 1 a 10 é de 0,15 pontos e a margem de erro para a proporção é de 2,83 pontos percentuais.