Pareceu-nos que seria adequado iniciar a análise sobre cultura em Portugal com uma noção clara dos locais que os portugueses conhecem no nosso país. Dificilmente existe informação base mais pertinente do que esta.

Por isso, questionámos a população com idades a partir dos 15 anos sobre quais as capitais de distrito e capitais das regiões autónomas conheciam. Fomos saber se tinham ido a estes locais no último ano. Mas também perguntámos se já tinham ido alguma vez na vida, a quem não foi no último ano.

Naturalmente, como esperávamos, Funchal e Ponta Delgada são as cidades, das capitais, menos visitadas pelos portugueses. A insularidade tem um peso objectivo e, por isso, muito perto dos 75% dos portugueses nunca foram à capital do arquipélago açoreano. Um pouco mais de 40% das pessoas já foram até ao Funchal.

Portalegre, a par de Bragança, são as únicas capitais de distrito que se encontram abaixo da casa dos 60% de visitantes, se considerarmos o tempo integral de vida das pessoas. Apenas 52,8% dos portugueses visitaram Portalegre e 57,2% Bragança.

São as pessoas que moram no sul e no litoral centro do país aquelas que menos visitam Bragança, enquanto que Portalegre é menos visitada por quem habita no Grande Porto e no Interior Norte.

Bragança parece estar, no entanto, a atrair mais jovens do que Portalegre, já que 52,4% dos indivíduos entre os 15 e os 24 anos afirmam já ter visitado Bragança, enquanto que apenas 39,4% já visitaram Portalegre.

Sabe tudo sobre estes dados e sobre o Barómetro Gerador Qmetrics aqui.

O Barómetro Gerador Qmetrics pretende fornecer ferramentas para apoiar livremente os autores, agentes culturais e líderes políticos e empresariais nas decisões relacionadas com as estratégias culturais. E quer pôr todos os portugueses a reflectir sobre a importância da cultura para a sociedade.

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual sobre a percepção da cultura em Portugal. Nesta primeira edição foram feitas 1.192 entrevistas telefónicas numa amostra aleatória estratificada por região, sexo e escalão etário. A amostra é representativa do universo de indivíduos residentes em Portugal Continental e Ilhas, com idade igual ou superior a 15 anos. As entrevistas foram realizadas entre 8 de março e 6 de maio de 2019.
Os resultados apresentados no relatório Barómetro Gerador Qmetrics têm um nível de confiança de 95%. A margem de erro para uma escala de 1 a 10 é de 0,16 pontos e a margem de erro para a proporção é de 2,8 pontos percentuais.