Desafíamos o artista Samuel Martins Coelho e o poeta Sérgio Coutinho a desenvolverem em conjunto, mas à distância, um dueto inédito entre a música e a poesia. Vais poder assistir à performance hoje, pelas 18h30, e depois do dueto os artistas vão explicar o processo de criação do momento em direto e responder a eventuais questões do público.

Partilha a tua emoção com os artistas já aqui em baixo ;-)
+1
1
+1
0
+1
2
+1
1
+1
1
+1
3

Se quiseres deixar os teus comentários e questões podes fazê-lo diretamente no canal de youtube do Gerador. Para ires lá parar, se estiveres no PC, basta carregares, no vídeo em cima, no botão que diz Youtube. Se estiveres no telemóvel carrega aqui. Aproveita e subscreve o nosso canal para acompanhares as loucuras que por lá vamos fazer nos próximos tempos.

Um bilhete para a cultura

Cultura para matar o bicho é uma iniciativa do Gerador que promete levar, diariamente, um conjunto de momentos culturais até tua casa, promovendo as mais diversas áreas, entidades e pessoas ligadas à cultura portuguesa.

Todas as iniciativas culturais diárias que estamos a fazer no nosso site são gratuitas para o público mas remuneradas para os artistas que nelas participam. Apoia-nos e contribui para que continuemos a levar a cultura portuguesa a todos, através do donativo que podes fazer já aqui do lado esquerdo :-)

Se gostas destas iniciativas fica por aqui, o resto da semana está também recheado de cultura aqui no nosso site. Desde duetos em direto com artistas de áreas culturais diferentes, passando por mesclas ao vivo, a leituras encenadas sempre às quintas-feiras, até a workshops de tudo o que pode ser útil para casa. Descobre aqui o nosso plano semanal para levar a cultura a casa de todos. E sabe mais sobre o compromisso do Gerador para os próximos tempos aqui.

O trabalho de Samuel Martins Coelho atravessa vários géneros e universos musicais, desde a música clássica à música conceptual, experimental e à improvisação. A sua atividade artística desenvolve-se em vários projectos, tais como EL RUPE (trio de jazzfusion), colaborando também nos projetos Space Ensemble, Mods Colective, Escola do Rock de Coura, Estranhofone, Gnomon, Hot Air Baloone Atic, tendo diversos discos editados. Nos últimos anos tem colaborado como diretor musical, compositor e instrumentista com companhias de teatro como Teatro Experimental do Porto, Máquina Agradável, Teatro Bruto e Comédias do Minho.

Sérgio Coutinho é poeta residente na Central Gerador, o espaço do Gerador no Lumiar, em Lisboa. Desenvolve estufas de poesia com os projetos “Bilingue” com Francisco Ferreira, “Irrecuperável Homem Bala” com Hugo Marques, “Poetas Mal Dizidos” com Viton Araújo, e está neste momento a produzir “Fantasias d’Hipocondríaco”.