-Sobre Henrik Ferrara-

Henrik Ferrara é um músico, fotógrafo e autor multidisciplinar residente em Vila Nova de Gaia, em Portugal.
Neste momento, frequenta o Mestrado em Multimédia com especialização em Design de Som e Música Interativa, na Universidade do Porto. Participa em vários projetos independentes, tendo frequentemente um foco na área do cinema, do vídeo, da música, da performance e da fotografia. Manteve sempre uma forte relação com a música, tendo participado em bandas e outros projetos musicais como a Stop!Estra. De momento integra o coletivo LickSickDick onde trabalha de forma regular com outros artistas e músicos. Está também a trabalhar ativamente no seu projeto de música eletrónica com o nome de ATA OWWO, onde lançou juntamente com GUILLIO, em março de 2020, o álbum "Songs For Green Tea and Peppermint Pope". Tem procurado, consistentemente, plataformas de expressão livre para o seu trabalho, sendo para si importante manter as atividades e projetos, nos quais participa, em comunicação com o público.

– Sobre a Interferência –

A Interferência – Associação de Intervenção na Prática Artística é um colectivo artístico do Porto com trabalho direcionado para a criação e formação na área da nova música que pretende explorar os limites da percepção e do gosto musical entre os diferentes públicos, alicerçada na clareza narrativa como arma necessária para uma intervenção social. Através dos Cursos e Workshops Interferência, tem criado oportunidades acessíveis de formação especializada a jovens e graúdos interessados em conhecer mais e melhor o mundo que os rodeia. Paralelamente programa concertos de jovens artistas através do Ciclo de Concertos: Electrónica Sem Pastilhas; e com a digressão de criações internas, como SUPRAHUMAN (2019)  QUEM FALA ASSIM (2020) tem-se apresentado em espaços como a Porta-Jazz, Café Concerto Francisco Beja (ESMAE) Casa das Artes (Porto), Auditório do Conservatório de Música de Coimbra e Braga, Teatro Municipal Sá de Miranda (Viana do Castelo), Fábrica da Criatividade (Castelo Branco), O’culto da Ajuda ou Gnration.

Texto de Henrik Ferrara
Fotografia de Francisca Dores
gerador-interferencia