É já no próximo domingo, dia 2 de junho, que um dos mais conceituados e reconhecidos acordeonistas europeus, João Barradas, tocará um recital no Museu da Fundação Calouste Gulbenkian totalmente dedicado à música de J.S. Bach. O programa será composto pela “Suite Inglesa n.º3 em Sol menor” e por “Passacagliae Fuga em Dó menor”. O concerto terá lugar na nave da Coleção Moderna, pelas 16h, e a entrada é livre!

Este concerto surge integrado na iniciativa “Concerto Promenade” da Fundação Calouste Gulbenkian, que se propõe, até junho, a promover o encontro entre arte e música no seio da Coleção Moderna. Desde março que, no primeiro domingo de cada mês, se tem vindo a poder visitar a Coleção ao som de um reportório diversificado, uma iniciativa que resulta da colaboração entre o Museu e o Serviço de Música da Fundação Calouste Gulbenkian.

O concerto deste domingo ganhará vida através do acordeão de João Barradas, o músico que se move entre a música clássica, o jazz e a música improvisada. Venceu alguns dos mais prestigiados concursos internacionais, dos quais se destacam, entre outros, o Troféu Mundial de Acordeão, que vence por duas vezes, o Coupe Mondiale de Acordeão, o Concurso Internacional de Castelfidardo e o Okud Istra International Competition. João Barradas é uma das figuras de maior destaque no acordeão jazz, tendo gravado para a editora nova-iorquina Inner Circle Music e colaborado com diversos músicos de renome. Atualmente encontra-se a trabalhar no próximo álbum Portrait que conta com a participação de Mark Turner (saxofone tenor), Simon Moullier (vibrafone), Luca Alemanno (contrabaixo) e Naíma Acúna (bateria).

Local: Fundação Calouste Gulbenkian, na nave da Coleção Moderna

Data e Hora: 2 junho, das 16h às 17h30

Preço: entrada gratuita mediante levantamento de bilhete

Fotografia de Márcia Sofia Lessa, disponível na página de Facebook de João Barradas

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.