O acordeonista vai participar na conversa "O futuro da cultura para as novas gerações", pelas 17h00 do dia 20 de maio, juntamente com o fundador da Orquestra Sem Fronteiras, Martim Sousa Tavares, e a artista musical, Surma.

João Barradas é um dos mais conceituados e reconhecidos acordeonistas europeus, movendo-se, simultaneamente, entre a música Clássica, o Jazz e a música improvisada. Venceu alguns dos mais prestigiados concursos internacionais, dos quais se destacam, entre outros, o Troféu Mundial de Acordeão, que vence por duas vezes, o Coupe Mondale de Acordeão, o Concurso Internacional de Castelfidardo e o Okud Istra International Competition.

É uma das figuras de maior destaque no acordeão Jazz, tendo gravado para a editora nova-iorquina Inner Circle Music e colaborado com diversos músicos de renome, nomeadamente com Greg Osby, Gil Goldstein, Fabrizio Cassol, Mark
Colenburg, Jacob Sacks, Sérgio Carolino, Pedro Carneiro, entre muitos outros.

Em 2016 grava, com a editora nova iorquina Inner Circle Music, o seu primeiro álbum enquanto líder. “Directions” conta com a produção de Greg Osby e com as participações de Gil Goldstein e Sara Serpa. O grupo é formado por João Barradas (acordeão), André Fernandes (Guitarra), João Paulo Esteves da Silva (Piano), André Rosinha (Contrabaixo) e Bruno Pedroso (Bateria).

De 20 a 22 de maio vamos tentar responder à pergunta "Há uma nova oportunidade para a cultura agora?", dando voz a nomes como David Throsby, Gonçalo M. Tavares, Ana Jara, Welket Bungué, Emília Ferreira, Nuno Centeno, Beatriz Gomes Dias, John Romão, Martim Sousa Tavares e muitos outros.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, entrevistas, masterclasses e ter acesso a um recinto totalmente virtual com espaços que vão desde os palcos à restauração, passando pela sala onde podes conviver com outros festivaleiros. Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

Compra já aqui o teu passe de 3 dias