O fundador da BoCA vai ser entrevistado por um jornalista do Gerador, numa conversa que terá como foco "Que novos caminhos para a arte", pelas 16h00 do dia 21 de maio.

O encenador, programador cultural, curador e diretor artístico tem vindo a trabalhar em teatro e práticas artísticas transdisciplinares. É fundador, diretor executivo e artístico da BoCA - Biennial of Contemporary Arts desde 2015, em Lisboa, a partir da qual desenvolve sinergias entre cidades e equipamentos, comissiona e faz curadoria de projetos artísticos assentes na transdisciplinaridade: Tania Bruguera, Gus Van Sant, Marlene Monteiro Freitas, Meg Stuart, Salomé Lamas, Vhils, João Maria Gusmão & Pedro Paiva, Tânia Carvalho, entre outros.

Desenvolve o seu trabalho como encenador desde 2001: "O Teatro e a Peste" de Antonin Artaud, colaboração com Salomé Lamas (2020), "Romeu e Julieta" (Teatro Nacional D. Maria II, 2020), "Virgens Suicidas" (Culturgest, 2020), "Pocilga" de Pasolini (Culturgest, 2015) ou "Teorema" (São Luiz Teatro Municipal, 2014) são algumas das suas peças. Apresentou o seu trabalho em Portugal, Espanha, França, Itália, Alemanha, Noruega, Eslováquia, Brasil, Argentina e Austrália.

Durante 11 anos (2006-2017) foi assistente de encenação e produção do encenador e dramaturgo argentino Rodrigo García, em teatro e ópera, no Festival d'Avignon, Théâtre National de Bretagne, Schaubuhne Berlin, Deutsche Oper Berlin, Nanterre Amandiers, BSN Annecy ou Centro Dramático Nacional de Madrid, circulando regularmente por diferentes teatros e festivais dos quatro continentes. Foi assistente de encenação de Romeo Castellucci na Bienal de Teatro de Veneza / Biennale College 2010-11.

De 20 a 22 de maio vamos tentar responder à pergunta "Há uma nova oportunidade para a cultura agora?", dando voz a nomes como David Throsby, Gonçalo M. Tavares, Ana Jara, Welket Bungué, Emília Ferreira, Nuno Centeno, Beatriz Gomes Dias, John Romão, Martim Sousa Tavares e muitos outros.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, entrevistas, masterclasses e ter acesso a um recinto totalmente virtual com espaços que vão desde os palcos à restauração, passando pela sala onde podes conviver com outros festivaleiros. Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

Compra já aqui o teu passe de 3 dias