O chefe da Unidade de Dinamização do Património Histórico do Município de Oeiras vai participar numa conversa no Palco Oeiras 27 acerca do património, no dia 20 de maio, juntamente com a fundadora da SPIRA, Catarina Valença e Joaquim Boiça.

Apesar de natural de Lisboa é em Oeiras que se fixa desde 1973. Licenciado em História pela Faculdade de Letras de Lisboa, em 1996, obteve o grau de Mestre em História dos Descobrimentos pela mesma faculdade com uma investigação sobre a lendária viagem anual entre Goa e Lisboa: A Tornaviagem da Carreira da Índia.

Desde 2005 que tem desenvolvido projectos culturais no Município de Oeiras, primeiro na área das bibliotecas (promoção da leitura e formação de utilizadores), depois na área dos eventos e desde 2013 no Serviço de Arquivo
Municipal.

Em finais de 2016 assume a coordenação do Serviço de Arquivo tendo incrementado diversos projetos de abertura do arquivo à comunidade. Desde julho de 2020 é chefe da Unidade de Dinamização do Património Histórico.

De 20 a 22 de maio vamos tentar responder à pergunta "Há uma nova oportunidade para a cultura agora?", dando voz a nomes como David Throsby, Gonçalo M. Tavares, Ana Jara, Welket Bungué, Emília Ferreira, Nuno Centeno, Beatriz Gomes Dias, John Romão, Martim Sousa Tavares e muitos outros.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, entrevistas, masterclasses e ter acesso a um recinto totalmente virtual com espaços que vão desde os palcos à restauração, passando pela sala onde podes conviver com outros festivaleiros. Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

Compra já aqui o teu passe de 3 dias