O ator e realizador vai ser entrevistado por um jornalista do Gerador, numa conversa que terá como foco "Os desafios da diversidade na cultura", pelas 10h00 do dia 22 de maio.

Welket Bungué é cooperador e membro da GDA – Gestão de Direitos dos Artistas, é Membro Permanente da Academia Portuguesa de Cinema desde 2015, e membro da Deutsche Filmakademie desde 2020. Em 2012 foi distinguido com “Prémio de Melhor Ator” pela sua interpretação em 'Mütter'. Em 2019 produziu mais de seis curtas-metragens e os seus filmes têm circulado internacionalmente por inúmeros festivais de cinema, tais como o Africlap (França), Zanzibar Intl. Film Fest., Afrikamera (Berlim), IndieLisboa, DocLisboa, Fest. Intl. de Cinema do Rio de Janeiro ou o Stockholm Dansfilmfestival.

Realizou as curtas-metragens 'Eu Não Sou Pilatus'(2019), 'Arriaga'(2019) e 'Bastien'(2016) no qual foi distinguido com os prémios “Melhor Ator” e “Melhor Primeira Obra” nos prémios Shortcutz 2017. Em 2020 Welket vence o "Grande Prémio MAAT - FUSO Festival Intl. de Videoarte de Lisboa" com o filme 'Metalheart'. Nesse mesmo ano, protagoniza 'Berlin Alexanderplatz' (Comp. Intl. Berlinale 2020), realizado por Burhan Qurbani, em que a sua interpretação lhe valeu o prémio de "Melhor Ator" tendo arrecadado um "Cavalo de Alumíno" no Festival Intl. de Cinema de Estocolmo, e ainda recebeu uma nomeação para “Melhor Ator Principal” nos prémios LOLA da Academia Alemã de Cinema (Deutscher Filmpreis).

Welket está a terminar a escrita do seu primeiro livro 'Corpo Periférico', um ensaio autobiográfico sobre a produção de cinema de autor com base no conceito homónimo de "cinema de autorrepresentação". Desde 2016 que trabalha regularmente com a companhia de teatro Mala Voadora (Portugal). É co-fundador da produtora KUSSA, faz locução para entidades internacionais, desenvolve Escrita Dramática, Argumento de Cinema, Performances e Teatro.

De 20 a 22 de maio vamos tentar responder à pergunta "Há uma nova oportunidade para a cultura agora?", dando voz a nomes como David Throsby, Gonçalo M. Tavares, Ana Jara, Welket Bungué, Emília Ferreira, Nuno Centeno, Beatriz Gomes Dias, John Romão, Martim Sousa Tavares e muitos outros.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, entrevistas, masterclasses e ter acesso a um recinto totalmente virtual com espaços que vão desde os palcos à restauração, passando pela sala onde podes conviver com outros festivaleiros. Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

Compra já aqui o teu passe de 3 dias