Nesta crónica, vamos afiar a língua em torno da aplicação de algumas regras que regem o uso da maiúscula e minúscula iniciais. Como o mote da edição é o cinema documental português, iremos explorar algumas dúvidas neste contexto.

Títulos: Os títulos de documentários devem ser escritos em itálico e com inicial maiúscula obrigatória, pelo menos na primeira palavra:

O Silêncio, realizado por António Loja Neves e José Manuel Alves Pereira, será exibido neste encontro. […] Ínsula é outro documentário que consta do currículo de António Loja Neves.

Gerador, 5/09/2019

Se houver mais do que uma palavra no título, à exceção da primeira, as seguintes podem ser usadas em maiúscula ou minúscula facultativamente:

Pedro Florêncio levou Turno do Dia ao DocLisboa 2019 para competir na secção de longas-metragens. (com maiúscula)

Gerador, 20/11/2019

Hoje, dia 11 de Julho, o documentário Filha de peixe sabe nadar, realizado por Catarina Zeferino, vai ser exibido na Central Gerador pelas 21 horas da noite. (com minúscula)

Gerador, 11/07/2019

Eventos cinematográficos: O nome de eventos em que são divulgados ou premiados muitos destes trabalhos também deve ser escrito com maiúscula:

O DOBRA – Festival de Cinema Documental de Braga, que vai decorrer a 25 e 26 de novembro, com programação do Porto/Post/Doc, quer mostrar aos mais jovens que “há cinema para além dos centros comerciais”, disse no dia 30 de outubro a organização.

Gerador, 4/11/2019

No entanto, se há contextos em figuram vocábulos alusivos a esses eventos, por exemplo, «cerimónia», «competição», «festival» ou «gala», devem figurar em minúscula:

Fátima Brandão destacou que o festival será para “todas as idades” com “filmes para todas as faixas etárias”, levando “meninos a partir dos cinco anos até a alunos do ensino noturno” de escolas espalhadas por 13 freguesias do concelho de Braga.

Gerador, 4/11/2019

Prémios: Quando se refere o nome próprio de um prémio concedido a profissionais do cinema, este deve ser grafado com maiúscula inicial:

Entre sombras, o filme animação realizado por Alice Eça Guimarães e Mónica Santos, está nomeado para os prémios de cinema César, atribuídos pela academia francesa de cinema.»,

Gerador, 31/1/2019

Se pretendemos aludir a um prémio, essa alusão deve ser grafada com minúscula, como, por exemplo, no caso de «óscares» no exemplo abaixo:

Os prémios César distinguem o melhor do cinema francês (e não só) — chegam, por vezes, a ser apelidados de óscares franceses — e são entregues numa cerimónia que acontece uma vez por ano, entre fevereiro e março.»

Gerador, 31/01/2019

Categorias de prémios: A denominação de cada uma das categorias deve ser grafada com inicial minúscula:

Por sua vez, Alva, de Ico Costa, recebeu o prémio de melhor ficção, Ruby, de Mariana Gaivão foi premiado como melhor curta-metragem, Peculiar Crime do Estranho Sr. Jacinto, de Bruno Carvalho, conquista o prémio de melhor animação, e Fordlandia Malaise, de Susana de Sousa Dias, o de melhor documentário.

Gerador, 4/12/2019

Esta crónica do Afiar a Língua saiu na Revista Gerador de janeiro, que podes comprar aqui.
Texto de Ana Salgado
Design de Carla Rosado e Hugo Henriques

Se queres ler mais crónicas do Afiar a Língua, clica aqui.