Todas as semanas, destacamos um autor nos meios Gerador, alguém que nos faz sentir bem por amarmos a cultura portuguesa. Esta semana é a vez da coreografa e dramaturga Lígia Soares.

Coreógrafa e dramaturga portuguesa, tem vindo a questionar o espaço cénico como um espaço distanciado. O seu trabalho “O Ato da Primavera” estreou em Outubro de 2017 no TNDM II e inclui uma curadoria em que convida sete dramaturgos portugueses a escreverem peças para um dispositivo constituído por telepontos. As suas peças “Romance” (2015), “Cinderela” (2018) e “Civilização” (2019) estão editadas pela Douda Correria. “Cinderela” ganhou o prémio Eurodram 2018.

Para saberes mais sobre ela, clica aqui.

Fotografia de Nádia Teixeira

Se queres conhecer mais autores portugueses, clica aqui.