O Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) irá inaugurar, no próximo dia 23 de fevereiro, um novo ciclo de exposições totalmente dedicadas ao Pensamento Ameríndio.

Assim, até inícios de junho, estarão patentes por lá as mostras “Variações do Corpo Selvagem: Eduardo Viveiros de Castro, Fotógrafo” e “Carõ – Multidões da Floresta”, de João Salaviza e Renée Nader Messora, realizada em colaboração com o Doclisboa; tratando-se, a primeira, de um trabalho fotográfico realizado com os índios Araweté, Kulina, Yanomami e Yawalapíti, e a segunda, em suporte audiovisual, de um mergulho na cosmologia do povo indígena Krahô.

Ainda no âmbito deste ciclo, haverá, nos dias 20 e 21 de março, a Mostra de Cinema Ameríndio “Filmar para lembrar e nunca esquecer – Filmes feitos por indígenas no Brasil”. Mais detalhes sobre o programa podem ser consultados aqui.

Local: Centro Internacional das Artes José de Guimarães

Data e hora: De 23 de fevereiro a 9 de junho, entre as 10h e as 19h

Preço: Entrada livre


Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.