Inaugura hoje, 22 de setembro, Festa.Fúria.Femina, a exposição com curadoria de Sandra Vieira Jürgens e António Pinto Ribeiro que se propõe a olhar para a coleção da FLAD – Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. São mais de 1000 obras de 61 artistas a integrar esta exposição, para ver no MAAT até 25 de janeiro.

Dividia em três eixos, Festa.Fúria.Femina celebra os 35 anos da FLAD e o retomar do investimento na coleção de arte contemporânea começada por Manuel Castro Caldas em 1986, o ano em que Portugal entrava para a Comunidade Económica Europeia (CEE). No final de 2019, pela curadoria atenta de António Pinto Ribeiro, retomou-se a política de aquisições.

O acervo integra desenho, pintura, fotografia e escultura e reúne membros de diferentes gerações da pintura portuguesa. Podes saber mais sobre esta exposição, aqui

Local: MAAT, em Lisboa

Horário: No horário de funcionamento do MAAT e da Central Tejo
Preço: A confirmar na bilheteira do MAAT, aqui
Obra de José Pedro Croft / Fotografia de @João Neves