A Fundação Cupertino Miranda, em Vila Nova de Famalicão, inaugura no próximo dia 15 de novembro a exposição Isabel Meyrelles – como a sombra a vida foge, dedicada à vida e obra da escultora e poetisa surrealista portuguesa, nascida em 1929.

Com esta exposição, a Fundação presta homenagem à artista portuguesa, que contribuiu de alguma forma para o nascimento do acervo surrealista presente nesta instituição, a par de outros nomes importantes do Surrealismo Nacional.

Nascida em Matosinhos, Isabel Meyrelles, hoje com 90 anos, realizou os seus primeiros estudos no Porto. Em 1949, viu surgir o Grupo Surrealista Português e Os Surrealistas em Lisboa, onde conhece Mário Cesariny e Cruzeiro Seixas. Estudou escultura com Américo Gomes e António Duarte, antes de se mudar para Paris, onde estudou na Escola Nacional Superior de Belas Artes e na Universidade Paris-Sorbonne. A artista estará presente na inauguração.

Local: Fundação Cupertino Miranda, Vila Nova de Famalicão

Data e hora: de 15 de novembro a 14 de março, a partir das 19h (no dia da inauguração)

Preço: Entrada livre

Cartaz da exposição via facebook

Se queres ler mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.