O Museu Henrique e Francisco Franco, no Funchal, recebe a exposição de Carla Cabral, "Onde mora a saudade nos retratos emoldurados no interior da finitude da tua memória". A inaugurar no próximo dia 25 de março, a exposição explora o retrato figurativo, envolvendo personagens do universo pictórico e desvendando o percurso artístico de Carla Cabral.

Após a sua última exposição, em 2018 no MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira, a artista madeirense regressa com um total de 17 obras com as técnicas a óleo e colagem. Estas obras vão posteriormente dar origem a um livro/catálogo da exposição, com fotografias do arquiteto João Costa Nóbrega e design e paginação do ilustrador António Pascal.

Retrato emoldurado da exposição de Carla Cabral

Carla Cabral, licenciada em Artes Plásticas e Pintura no Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira, participa desde 1990 em diversas exposições coletivas e individuais, a nível nacional e internacional. Está representada em coleções particulares, na coleção do Museu de Arte Contemporânea do Funchal, no Museu de Memórias Funchal e no Centro Cultural - Quinta Magnólia.

A exposição "Onde mora a saudade nos retratos emoldurados no interior da finitude da tua memória" abre ao público dia 25 de março, das 15h às 18h, permanecendo para visita no Museu dos irmãos Franco até ao dia 28 de maio de 2021.

Local: Museu Henrique e Francisco Franco, Funchal

Horário: dia 25 de março, das 15h às 18h. Em exposição até 28 de maio de 2021,

Preço: Gratuito

Fotografia disponível na página de facebook Carla Cabral Gallery