O relógio batia as 21 horas do dia 7 de novembro de 2019. Recebi um SMS: «Estou a jantar com amigos e surgiu a dúvida sobre qual a origem da expressão “suar as estopinhas”.» Sim, pode não parecer uma situação muito normal, mas eu recebo várias vezes este tipo de mensagens… Era um amigo a propor um desafio, e o prometido é devido.

Suar as estopinhas significa fazer um grande esforço, ou seja, esforçar-se muito para obter o resultado pretendido. Esta parte, creio, todos nós sabemos.

No entanto, para compreender verdadeiramente esta expressão, tenho primeiramente de perguntar: caro leitor, sabe o significado de estopinha?

Pois, aí está a resposta!

Apesar de suar as estopinhas surgir em diferentes contextos – vemos a expressão até em notícias futebolísticas e políticas –, esta encontra-se originalmente associada ao linho.

Eu explico: estopinha é a parte mais fina do linho antes de este ser fiado, o que representava, outrora, muito esforço na sua confeção dada a delicadeza da tarefa. Ficava-se encharcado em suor nesta fase. Sim, eis a explicação!

Há outras expressões portuguesas que apresentam o mesmo significado ou muito próximo deste (mover céu e terra, dar no duro, trabalhar como um mouro, arregaçar as mangas, a todo o custo, entre outras), mas isso são outros quinhentos!

E assim me despeço com amizade até à próxima crónica.

Texto de Ana Salgado
Ilustração de Sèrgio Neves

Se queres ler mais crónicas do Outros Quinhentos, clica aqui.
gerador-outros-quinhentos