Todos os anos a Fundação Calouste Gulbenkian organiza o Dia Aberto Universidades, abrindo as portas a universitários de todo o país que, neste dia, têm acesso, de uma forma diferente do habitual, à fundação. Desde a ensaios da Orquestra, aos bastidores do Jardim, dos Arquivos ou dos espaços da Fundação, mas, também, workshops, visitas guiadas e concertos únicos. Em 2018, o Gerador foi desafiado pela Fundação Calouste Gulbenkian a programar um conjunto de iniciativas para este dia.

O concerto da artista musical Surma foi um desses momentos ;-) Surma é Débora Umbelino. Vem de Leiria, mas tem, nos últimos anos, pisado palcos pelo país e mundo fora. A música que cria não é fácil de definir, mas é um passaporte para outras paragens, mais exóticas, talvez. Cria com teclas, mas também com samplers, cordas ou vozes, que domina na perfeição. Acima de tudo, Surma é possivelmente uma das artistas nacionais mais dinâmicas e criativas da nova geração que já pisou palcos como o festival Eurosonic, deu concertos em mais de 12 países e em festivais como o NOS Alive, Paredes de Coura ou South By Southwest.

Para fechar a programação do Dia Aberto Universidades desfiámos a artista para um momento único: um concerto em 360º, no edifício do Centro de Arte Moderna, com dança contemporânea à mistura. A dança já fazia parte do universo artístico de Surma, nomeadamente nos seus videoclips, mas nunca tinha integrado um concerto seu ao vivo. Todo o espaço do concerto estava, ainda, decorado com tecidos pendurados no teto, ilustrados propositadamente para este momento pelo ilustrador Hugo Henriques, que remetiam para um contexto tribal, não fosse o nome Surma um elogio ao povo Etíope com o mesmo nome.

O público, para além de assistir a um concerto exclusivamente criado para este dia, ainda foi desafiado a fazer um caminho inusitado até à sala do concerto, passando por espaços exclusivos, que habitualmente não estão abertos ao público, como as catacumbas da Fundação Calouste Gulbenkian. À chegada à sala, cada um recebeu uma echarpe para levar para casa, com o mesmo padrão ilustrado do cenário do concerto.

Descobre a reportagem com tudo o que aconteceu neste dia, aqui e espreita ainda em baixo o vídeo do concerto.

Gerado para Fundação Calouste Gulbenkian


Captação e edição Rui Oliveira
surma-gulbenkian-gerador