A relação entre Maria Gil e Miguel Bonneville não é de agora. Juntos iniciaram em 2013 o ciclo O Pessoal é Político, no qual se debruçam num conjunto de três palestras performances que, partindo da história de vida de autores-criadores, pretendem criar um espaço de debate. Apresentam-no no CAL - Centro de Artes de Lisboa / Primeiros Sintomas nos dias 29 e 30 de novembro e 1 de dezembro. 

O Pessoal é Político divide-se em três palestras performance: Medo e Feminismos, Amor e Política e Religião e Moral, esta última com estreia marcada para o festival Temps d’Images em Lisboa. Religião e Moral, apresentada nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, “é uma construção dramatúrgica que revisita as idas à catequese, as experiências místicas da infância, o repertório do coro da missa de sábado à tarde e a prática budista”, num “confronto entre as memórias pessoais dos artistas e o conceito de anomia social desenvolvido por Émile Durkheim”.

Medo e Feminismos será apresentado no dia 28 de novembro. Partindo de conflitos internos de cada performer, “esta apresentação constrói uma apresentação fragmentada que pensa a forma como os medos pessoais se transformam em medos sociológicos”, eclodindo na recriação de duas performances feministas do século XX. Já Amor e Política será apresentada no dia 29 de novembro, na mesma sala, e pretende questionar “a forma como os afetos influenciam a forma como nos organizamos social e politicamente”, e acaba também com uma recriação de uma performance do século XX.

Os bilhetes para as três palestras performance podem ser comprados aqui.  

Local: CAL - Centro de Artes de Lisboa / Primeiros Sintomas

Data e hora: 29 de novembro às 21h30, 30 de novembro às 21h30 e 1 de dezembro às 19h00

Preço: 7€ o bilhete normal, 5€ com desconto (para menores de 25, maiores de 65 e profissionais do espetáculo)

Fotografia de ©Joana Linda

Se queres ler mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.