Entre os dias 16 e 20 de dezembro Miguel Bonneville ruma a Braga, ao gnration, para integrar Guelra, um laboratório com residência artística e performance de dança. “Uma maçã e um cadáver” é apresentado ao público no dia 20 de dezembro às 21h30. 

Partindo de Alan Turing, "pioneiro na proposta da inteligência artificial”, Bonneville cria um espetáculo dentro da série “A Importância de Ser”. De acordo com o gnration, “durante a residência, a pesquisa e a criação terão como foco questões relacionadas com o encontro entre desejo e ciência”. 

Miguel Bonneville nasceu no Porto em 1985 e iniciou-se no curso de “Interpretação” na Academia Contemporânea do Espetáculo em 2000. Através de performances, desenhos, fotografias, música e livros de artista, Miguel Bonneville vai introduzindo “histórias autobiográficas centradas na destruição e reconstrução da identidade”. 

Guelra é um laboratório transdisciplinar desenvolvido pela Arte Total desde 2012. Funciona como residência artística e culmina com uma apresentação final. Sabe mais sobre a Arte Total, aqui

Local: gnration, em Braga

Data e hora: 20 de dezembro às 21h30

Preço: 3€

Fotografia de Miguel Bonneville

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.