O sexto programa do conjunto Problematizar a realidade - encontros entre arte, cinema e filosofia vai decorrer no auditório do Goethe-Institut, em Lisboa, no dia 28 de fevereiro às 18h30. Organizado em parceria por o IFILNOVA (CineLab), a FCSH / Universidade Nova de  Lisboa, o Goethe-Institut Portugal e o Maumaus / Lumiar Cité, em colaboração com Apordoc / Doc’s Kingdom, o encontro vai juntar o filósofo Alain Brossat e o cineasta Jean-Gabriel Périot numa discussão em torno do seu filme Une jeunesse allemande, de 2015. 

Através de uma montagem de diferentes materiais audiovisuais - incluindo filmes experimentais de estudantes da DFFB (Deutsche Film - und Fernsehakademie Berlin), excertos de programas de televisão e de atualidades, e extratos de proeminentes filmes de autor das décadas de 1960 e 1970 -, Une jeunesse allemande foca-se na politização das gerações mais jovens da então Alemanha Ocidental. 

Jean-Gabriel Périot, o autor do filme, vive e trabalha em Paris, incidindo o seu trabalho no documentário, na animação e no cinema experimental. Alain Brossat, o filósofo convidado, é professor  no departamento de filosofia da Universidade Paris 8 e trabalha as questões da topografia do terror, da deportação e internamento na Europa de Leste e na União Soviética, dos regimes terroristas e pessoas desaparecidas, assim como da estética e das políticas do cinema, com foco em autores como Michel Foucault, Gilles Deleuze, Hannah Arendt, Walter Benjamin, Norbert Elias, Pierre Clastres, Zygmint Bauman, Jacques Rancière, Alain Badiou e Giorgio Agamben.

Local: Goethe-Institut, em Lisboa

Data  e hora: 28 de fevereiro às 18h30

Preço: Entrada livre, sujeita à lotação da sala 

Frame do filme Une jeunesse allemande de Jean-Gabriel Périot

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.