Vamos debater em direto a importância do estado de bem-estar, principalmente em período de isolamento com a diretora do Festival Mental, Ana Pinto Coelho, o “naturalmente ansioso” Tiago Galvão e o artista Tomás Martins. Descobre o vídeo já aqui em baixo :-)

Se quiseres deixar os teus comentários e questões podes fazê-lo diretamente no canal de youtube do Gerador. Para ires lá parar, se estiveres no PC, basta carregares, no vídeo em cima, no botão que diz Youtube. Se estiveres no telemóvel carrega aqui. Aproveita e subscreve o nosso canal para acompanhares as loucuras que por lá vamos fazer nos próximos tempos.

Um bilhete para a cultura

Cultura para matar o bicho é uma iniciativa do Gerador que promete levar, diariamente, um conjunto de momentos culturais até tua casa, promovendo as mais diversas áreas, entidades e pessoas ligadas à cultura portuguesa.

Todas as iniciativas culturais diárias que estamos a fazer no nosso site são gratuitas para o público mas remuneradas para os artistas que nelas participam. Apoia-nos e contribui para que continuemos a levar a cultura portuguesa a todos, através do donativo que podes fazer já aqui do lado esquerdo :-)

Se gostas destas iniciativas fica por aqui, o resto da semana está também recheado de cultura aqui no nosso site. Desde duetos em direto com artistas de áreas culturais diferentes, passando por mesclas ao vivo, a leituras encenadas sempre às quintas-feiras, até a workshops de tudo o que pode ser útil para casa. Descobre aqui o nosso plano semanal para levar a cultura a casa de todos. E sabe mais sobre o compromisso do Gerador para os próximos tempos aqui.

Ana Pinto Coelho é diretora e curadora do Festival Mental – Cinema, Artes e Informação, é também conselheira e terapeuta em dependências químicas e comportamentais diplomada pela Universidade de Oxford nessa área. É editora de livros e investigadora em diversas áreas como saúde mental, educação, cultura em geral e ambiente.

Tiago Galvão trabalha como operador de som em televisão e publicidade e é “Naturalmente Ansioso”. O seu primeiro ataque de pânico em 2015 levou-o a um isolamento social que afetou a sua vida durante três anos. Como durante os anos em que esteve a sofrer em casa não existia muita informação real, sobre esta questão de como é viver com ansiedade, decidiu criar um podcast onde dá voz a pessoas que vivem ou já viveram diariamente com este problema.

Tomás Martins licenciou-se em Direito e deu os primeiros passos na indústria musical como manager do artista, e seu amigo de infância, Slow J. Em 2018 fundou a produtora e editora independente “Sente Isto”, que colabora com artistas para criar e mostrar ao mundo obras de arte autênticas e revolucionárias. Desde que começou a dançar aos 15 anos que se dedica a explorar a relação entre a expressão criativa e o desenvolvimento pessoal e social.