Filho da Mãe mistura o seu percurso musical ligado ao rock, noise, hardcore com a guitarra clássica e lança-se de cabeça num projeto instrumental a solo em 2010.

Com cinco álbuns editados em 9 anos de carreira e já com um historial de concertos realizados em Portugal e no estrangeiro, Filho da Mãe, o alter-ego de Rui Carvalho, é hoje um projeto
amplamente reconhecido e de referência na música contemporânea portuguesa.

Não sei desenhar barcos é um exemplo do que pode esperar deste Filho da Mãe. No Trampolim Gerador, a 12 de setembro, vai dar um concerto pelas 21h00.

O Trampolim Gerador volta a dar o salto de 9 a 12 de setembro e invade a Central Gerador com performances, conversas, concertos, arte urbana, gastronomia e muito mais. A organização conjunta do Gerador e da Junta de Freguesia do Lumiar traz até ao Largo das Conchas autores como Filho da Mãe, Rão Kyao, Margarida Montenÿ, Pitanga, Tiago R. Santos, Pedro Branco, Luís André Sá e muitos outros. Descobre tudo aqui.

VOLTAR À PÁGINA