Hoje, pelas 15h, vais aprender a ciência por trás das piñatas, um elemento que consegue animar qualquer festa. Piñata Colada é um estúdio de piñatas personalizadas criado em 2014, pelas mãos de Ana Magalhães e Helena Carvalho. Trabalham no âmbito da escultura e instalação, utilizando as técnicas artesanais de construção de piñatas para a criação das suas peças.

Se quiseres deixar os teus comentários e questões podes fazê-lo diretamente no canal de youtube do Gerador, as artistas estarão por lá a responder. Para ires lá parar, se estiveres no PC, basta carregares, no vídeo em cima, no botão que diz Youtube. Se estiveres no telemóvel carrega aqui. Aproveita e subscreve o nosso canal para acompanhares as loucuras que por lá vamos fazer nos próximos tempos.

Um bilhete para a cultura

Cultura para matar o bicho é uma iniciativa do Gerador que promete levar, diariamente, um conjunto de momentos culturais até tua casa, promovendo as mais diversas áreas, entidades e pessoas ligadas à cultura portuguesa.

Todas as iniciativas culturais diárias que estamos a fazer no nosso site são gratuitas para o público mas remuneradas para os artistas que nelas participam. Apoia-nos e contribui para que continuemos a levar a cultura portuguesa a todos, através do donativo que podes fazer já aqui do lado esquerdo :-)

Se gostas destas iniciativas fica por aqui, o resto da semana está também recheado de cultura aqui no nosso site. Desde duetos em direto com artistas de áreas culturais diferentes, passando por mesclas ao vivo, a leituras encenadas sempre às quintas-feiras, até a workshops de tudo o que pode ser útil para casa. Descobre aqui o nosso plano semanal para levar a cultura a casa de todos. E sabe mais sobre o compromisso do Gerador para os próximos tempos aqui.

Piñata Colada destaca-se por colaborações com diversas marcas como a Licor de Beirão, Sailor Jerry, Taco Shop #1 e Santini. Assim como, a participação em festivais de arte como o Walk&Talk Azores e o Guimarães Noc Noc. Frequentemente trabalham também com artistas e músicos, como Moullinex, D’alva, Manuel Fúria, e Joana Reais.