Pode definir-se Feminismo ou há várias vertentes que o definem? Quando começou, por quem e de que forma se fez notar em Portugal? O que observamos na cultura portuguesa que é fortemente marcado pelo movimento feminista? Que organizações feministas existem no nosso país e quais as dificuldades que ainda encontram? E será que existe Feminismo fora dos movimentos feministas?

Na próxima conversa sobre “O Papel do Feminismo na Cultura Portuguesa”, o Gerador convida Alexa Santos, ativista pelos direitos de pessoas LGBTI+ e feminista anti-racista, Catarina Furtado, apresentadora de televisão, embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) e Presidente da Associação CORAÇÕES COM COROA, e Carla Cerqueira, investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS), com projetos e iniciativas na área dos estudos de género, diversidade e média, para trazer à discussão o quanto as mulheres têm caminhado, estudado, conquistado, lutado, desafiado para poderem ser livres e respeitadas na sua condição.

Um bilhete para a cultura

Cultura para matar o bicho é uma iniciativa do Gerador que promete levar, diariamente, um conjunto de momentos culturais até tua casa, promovendo as mais diversas áreas, entidades e pessoas ligadas à cultura portuguesa. Todas as iniciativas culturais diárias que estamos a fazer no nosso site são gratuitas para o público mas remuneradas para os artistas que nelas participam. Apoia-nos e contribui para que continuemos a levar a cultura portuguesa a todos, através do donativo que podes fazer já aqui do lado esquerdo :-)

Se gostas destas iniciativas fica por aqui, o resto da semana está também recheado de cultura aqui no nosso site. Desde duetos em direto com artistas de áreas culturais diferentes, passando por mesclas ao vivo, a leituras encenadas sempre às quintas-feiras, até a workshops de tudo o que pode ser útil para casa. Descobre aqui o nosso plano semanal para levar a cultura a casa de todos. E sabe mais sobre o compromisso do Gerador para os próximos tempos aqui.